Portal da escrita

Início » Crônicas » Sem causar danos

Sem causar danos

sonhar.jpg

Se acaso entrares no meu sono profundo

Não me poupe, nem me resguarde

Deixe eu sonhar, achar que és meu mundo

E se pensares em mim, faça alarde.

Desamarre-me dos meus medos ufanos

Dos laços que me impedem de viver

Invente tudo, mas sem causar danos

Casse-me e nessa sina finja me querer.

Ainda verei teu sorriso caótico, censurado

Teu olhar disperso e levemente objurgado

Teu beijo tão frio sem cheiro e sem sabor

Tua história amargamente findada

Teu semblante caído… Amargurada

Só para não ser feliz com outro amor.

Artemise Galeno – Cronista do Portal da Escrita

Leia mais em Crônicas de Artemise Galeno. Conheçam também seu novo projeto, Revista Ellas

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: