Portal da escrita

Início » Sem categoria » Como Escrever um Livro II

Como Escrever um Livro II

Imagem intitulada Write a Book Step 8Bullet1

Continuando com o módulo inicial de nossa Oficina de Escrita “Como Escrever um Livro”, segue a Parte II.

Leia a Parte I aqui.

Escrevendo um Romance

Dê nome aos capítulos

Mesmo que não vá colocá-los em seu livro. Escrever um nome, ou tema, em cada um dos capítulos de seu livro, o ajudará a decidir o que você irá colocar nele, dessa forma você sempre saberá onde está indo com a história.

Conheça os elementos de um bom romance

Se você quer ser um escritor de sucesso, estude Literatura. Você deve saber como ler com discernimento e ter um olhar perspicaz e crítico, antes de começar a escrever qualquer coisa. Estrutura de sentenças, distinção de personagens, formação da trama, desenvolvimento da personalidade do personagem irão todos se encaixar se você souber como ler criticamente antes de escrever.

Cenário

O cenário de um livro é a época, lugar, e circunstâncias onde a história acontece. Você não precisa definir esses parâmetros logo de início.

Por exemplo. Maria estava andando na encosta íngreme ao redor do castelo. Antes que ela tivesse ido longe, uma das empregadas domésticas do pai a parou e disse: “O rei Ferdinando gostaria de lhe ver.”

Isso sugere que Maria, possivelmente uma jovem moça, vive dentro do castelo. Isso dá ao leitor pistas de que a época transcorre nos tempos medievais. Maria também é um nome latino, que sugere onde ela vive, e “rei Ferdinando” é uma grande pista! De fato, a esposa do Rei Ferdinando – Isabel de Castilla – aprovou e financiou a viagem de Cristovão Colombo ao novo mundo em 1492, então essa história certamente transcorre mais ou menos nesse período.

Personagens

Cada história tem personagens principais e secundários. É importante que você faça com que sejam interessantes e os introduza de modo apropriado. Esse ato é chamado de exposição.

Existem vários tipos de personagens. O protagonista é geralmente o personagem principal que tem a história acompanhada pelo livro. Para cada protagonista, geralmente existe o antagonista, o personagem que fornece a ação que uma história deve ter.

Tenha isso em mente: muitas vezes, o vilão de alguém é o herói de outro. Independentemente das funções que desempenham, eles são de extrema importância para tornar a sua história de sucesso.

O conflito

Um conflito é o grande problema que um personagem deve enfrentar, e geralmente é a razão para a existência da história.

Talvez à Maria, filha do rei, tenha sido pedido para tomar a decisão de deixar Colombo usar os navios espanhóis para suas aventuras. Ela pode continuar a encarar esses problemas no decorrer da história.

O clímax

O clímax é o ponto de maior tensão no livro, o ponto em que o leitor realmente está segurando a respiração.

Talvez Maria tenha decidido ir contra deixar Colombo usar o dinheiro espanhol, e ele implora para que ela deixe-o ir, e que ele fará qualquer coisa por essa chance. Esse é ponto em que Maria tem uma grande escolha por fazer, uma escolha que irá determinar todo o curso da história.

Desfecho

O clímax já passou, o problema foi resolvido, e quaisquer pontas soltas foram amarradas.

Nota: se você pretende fazer uma sequencia, deixe ao menos uma ou duas pontas soltas que não foram resolvidas.

Usando o nosso exemplo, Maria decide honrar os desejos de Colombo, o deixa ir, e convence o pai a deixá-la ir junto com ele em sua jornada. É sempre interessante ao leitor ter um final que ele não estava esperando, então não faça sempre os finais de seus livros previsíveis.

Detalhes 

Uma das coisas mais importantes em um livro. Ao invés de apenas dizer “O céu era azul”, diga de que tipo de azul ele é, como “O céu era de uma luz índigo”. Isso pode realmente aumentar o interesse de sua história. Mas também não exagere. Um mau exemplo seria: “Ao romper da aurora, pintassilgos gorjeiam a luz do sol, fazendo dos prados um lugar mais exultante.”

Tentar embelezar demais pode fazer parecer que você está se esforçando muito (e com certeza está). Seja descritivo, mas com prudência, e talvez até adicione um tom poético em sua história.

Faça um resumo de seu enredo

Isso irá lhe dar um ponto de partida para fixar sua história. Nada muito rebuscado, apenas a ideia geral do que irá acontecer. Lá pelo meio do livro, leia o enredo original que você escreveu. Será incrível como sua percepção do livro pode ter mudado. Você pode mudar seu livro para corresponder com o enredo original ou jogar fora o roteiro original e ficar com o que você escreveu. Você até pode misturar os dois, o que você quiser. Lembre-se, esse é o seu livro!

Comece a escrever!

Esta é a melhor parte. Se você estiver tendo problemas para começar, pule para o conflito da história, e prossiga a partir de lá. Uma vez que você se sentir confortável com sua escrita, você pode adicionar o cenário. Você provavelmente irá mudar várias coisas na história. O mais legal de escrever um livro é que você pode deixar sua imaginação correr solta. A única coisa que terá que lembrar é que você precisa apreciar o processo, ou o seu livro provavelmente irá acabar em uma lata de lixo.

Lembre-se que o seu caderno só deve ser usado para o planejamento!

É melhor digitar sua história para que você possa criar várias cópias da mesma, facilmente remover os possíveis erros e envia-la para os editores.

FONTES E CITAÇÕES
TEXTO EXTRAÍDO E ADAPTADO DE: GRAVEL, A WWII HISTORICAL FICTION BY RACHEL KAMBURY. AVAILABLE ON LULU.COM – RESEARCH SOURCE E WIKIHOW. ADAPATAÇÕES E CITAÇÕES (NOTAS DA AUTORA), POR BRUNA GIROLDO – EDITORA DO PORTAL DA ESCRITA E IDEALIZADORA DO GERAÇÃO DE TALENTOS.
Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: