Portal da escrita

Início » Universo Literário » CONTOS DO MONGE FLÁVIO

CONTOS DO MONGE FLÁVIO

A Mulher-Cavalo

MULHER CAVALO

Devo, antes de tudo, apresentar-me. Sou o monge franciscano Flávio. Desde cedo, descobri minha vocação para o sacerdócio, pois vi um anjo que me encarregava da missão de pregar o Evangelho. Com o tempo, passei a desenvolver uma comunicação profunda com o além.

Em viagem ao Vaticano, conheci o Papa e fui encarregado pelo Concílio de investigar mistérios sobrenaturais. Hoje, onde quer que precisem de mim, faço-me presente, disposto a solucionar casos que fogem à simples racionalização dos fatos.

Deixo como preâmbulo de minhas narrativas um conto arrepiante que trata de blasfêmia e castigo. Um caso que aconteceu há muitos anos, na época que Padim Ciço ainda era vivo e obrava milagres no sertão…

Em uma pequena povoação, vivia uma família. Os pais tinham uma filha má, indisciplinada ao extremo, que só fazia o que queria.

Uma noite, essa jovem teve um sonho. Sonhou com Padre Cícero, santo dos pobres. Ele apareceu e deu-lhe muitos conselhos salutares. Na manhã seguinte, caminhando pela rua, ela passou pela banca de Jogo do Bicho e teve vontade de apostar. era Quinta-Feira Maior.

Não se sabe por qual maligna influência, ela associou o Padre Cícero a um animal e jogou. Ainda naquela tarde, saiu o resultado do jogo. Deu cavalo! E foi exatamente no cavalo que ela apostara, por ter sonhado com o padre santo.

Ela recebeu os cobres, mas não usufruiu nenhum centavo – ficou tudo para seus pais. A jovem foi castigada por seu sacrilégio. No outro dia, Sexta-Feira da Paixão, lá pela meia noite, ela transformou-se em um grande cavalo, branco como gelo, que saiu galopando pelo céu, repetindo:

– Cavalo! Cavalo! Cavalo!

E, ainda hoje, é possível vê-la voando sobre as torres das igrejas, recitando seu refrão maldito, sempre nas noites de Sexta-Feira da Paixão. E ninguém venha me dizer que isso é lenda, pois a contemplei diversas vezes em sua célere cavalgada, branca como um fantasma, rinchando e dizendo:

– Cavalo! Cavalo! Cavalo!

Tarcísio José

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: