Portal da escrita

Início » Contos » “DI-VAGAR”

“DI-VAGAR”

 

ROSTO.png

Teu corpo moreno. Suado. Acendo um cigarro e a caipirinha já vai pela metade. Sozinho. No meu quarto. Te vejo chegar. Lentamente. Quantas vezes chamei pelo teu nome e nada. Apago a luz. Quero tudo neste momento um momento que não se acabe. Lembro dos teus beijos. Claro, como esquecer. A saliva escorrendo pelo canto da boca. As juras. Secretas, indecentes. Eu alisando os teus cabelos. As tuas costas. Os beijos. Escorregadios. E você deslizando por entre os meus dedos. Era uma noite de sábado? Não sei. Mas todas as separações são aos sábados. Cidade ferve, convites são feitos. E eu te desejando como se os teus desejos não valessem um tostão furado. Ah, os filmes, ah, os lugares comuns. Em que lugar você se escondeu? Não te vejo mais nos nossos bares, nos nossos cinemas, nas nossas praças, nos nossos cantos inesquecíveis. Até na praia… Teu corpo moreno… Suado… Eu te despindo, eu te vendo, eu te desejando, eu te chamando e…

Joedyr Gonçalves Bellas

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: