Portal da escrita

Início » Resenhas » Grande Sertão: Veredas – João Guimarães Rosa

Grande Sertão: Veredas – João Guimarães Rosa

Com mais de 600 páginas (ao menos na edição que usei), Grande Sertão: Veredas é inegavelmente um clássico da literatura brasileira e figura em diversas listas como um dos mais importantes romances do século XX não só no Brasil, mas também no mundo. Isso por si só já seria mais do que suficiente para nos inspirar a lê-lo imediatamente, mas o valor dessa obra não está só nisso.

Pois Grande Sertão:Veredas consegue ser, ao mesmo tempo, uma história realista, de importância histórica, ao tratar do mundo do jagunço do sertão, e, por isso mesmo, uma história bem distante da nossa realidade contemporânea, principalmente para aqueles de nós que passaram a vida toda na região metropolitana de uma grande cidade.

Com isso, há momentos em que a história de Riobaldo, contado pelo próprio personagem, em primeira pessoa, beira o realismo fantástico, pois se trata de um Brasil que, por mais que estudemos, não conhecemos de fato. Um dos grandes trunfos da obra é justamente conseguir nos colocar em um posição em que é possível, em algum nível pelo menos, entrarmos nas experiências de Riobaldo, um jagunço atípico, cheio de dúvidas, idas e vindas e que transborda questionamentos metafísicos.

Não é, no entanto, uma leitura muito fácil e acredito que para quem nunca leu Guimarães Rosa pode ser um tarefa desgastante. Uma abordagem interessante é ler antes seus contos presentes em Primeiras Estórias, onde já podemos ver seu estilo brilhante em ação. Mas os que se aventurarem nesta leitura serão muito bem recompensados e sairão dela modificados.

Mire veja: o mais importante e bonito, do mundo é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando

Maíra Protasio

Escritora e mestranda em Filosofia da arte, vive desde sempre entre livros e cadernos. Vem publicando desde 2014 resenhas sobre suas leituras em seu blog: doquetenholido.wordpress.com

Anúncios

1 Comentário

  1. Aristides Dornas Júnior disse:

    GRANDE SERTÃO: VEREDAS é o romance dos brasileiros que inventaram uma moda de vida em pleno sertão e é o romance que aprofunda melhor as questões metafísicas que rodeiam o mundo do homem rústico e comum, é o romance em que o autor vai fundo no questionamento do existir pelo fato de ser amigo e pelo fato de ser amado.

    Curtir

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: