Portal da escrita

Início » Mensagens » O Tempo e o Vento

O Tempo e o Vento

Uma bênção de Deus para as nossasvidas_

 

Se pararmos para analisar, o tempo e o vento veremos que eles tem bastante em comum.
Nada os detém, ambos sempre passam, porém sempre deixam marcas de suas passagens.
Algumas são boas e dá gosto de tê-las gravadas. Fixadas, eternizando certos momentos. Mas e quando o tempo e o vento não foram amigáveis e juntos formaram uma coalizão? Onde foram impetuosos e tempestuosos, afastando grandes amigos, levando para além da nossa existência um ente querido? E quando diante deles com joelhos trôpegos, fraquejamos. Como lidar com tais marcas? As quais com o passar deles tornaram-se profundas e ao nosso ver até mesmo eternas?
Certamente não existe uma fórmula mágica, para que tudo isso simplesmente desapareça e de repente tudo fique bem. O que existe é o nosso posicionamento. Como nos comportamos e reagimos ao que nos sobrevêm.
Tempos com ventos tempestuosos que antecedem grandes tormentas, tendem a vir mais cedo ou mais tarde. Repare a natureza, há tempos ensolarados em que a brisa leve acaricia as plantas com o seu agradável e sutil passar. Porém há tempos em que lhes sobrevêm grandes tempestades acompanhadas de ventos fortíssimos, que não só machucam suas folhas, como chegam a quebrá-las e nos piores casos até mesmo podá-las, restando apenas sua raíz.
Mas assim como esse tempo tempestuoso veio, ele vai e momentaneamente para quem olha aquela planta aparentemente devastada, achará que o fim chegou para ela. Porém,  ela diariamente começa a ser agraciada com a luz do sol, com a água da chuva e os mesmos olhos que repousaram sobre ela no tempo da devastação, verá um rebento, que logo se transformará em um forte broto, que não demorará muito a crescer e florescer e continuará a dar o seu fruto no tempo oportuno. E essa planta será ainda mais forte! Porque isso? Porque a raíz dela é profunda e a força da tempestade não foi capaz de afetá-la.
O mesmo acontece conosco. Precisamos criar raízes. Precisamos alicerçar nossa fé em Deus para sobrevivermos a tempos tempestuosos. Precisamos a aprender ser gratos sim pelos bons tempos e aproveitá-los ao máximo, mas precisamos nos posicionar e nos preparar para os dias maus. Cientes de que assim como eles vem, eles vão e não precisamos passar por eles sozinhos. O Criador em sua infinita sabedoria é com todo aquele que O busca e também renova as forças daquele que não tem nenhum vigor. (Isaías 40:28-29)
E em relação as marcas, importa-se que as olhemos não como feridas abertas e sim como cicatrizes que nitidamente nos diz que pela Graça de Deus, fomos mais fortes do que aquilo que tentou nos destruir. Pense nisso!

Deus abençoe e te fortaleça. Desejo-lhe uma ótima semana e até a próxima!

 

Monýh Oliver é filha, irmã e amiga.
É contista e romancista, e ama toda forma de arte!
Pela Graça escreve, com o auxílio que vem do alto. Dádiva essa, chamada inspiração.

https://www.facebook.com/AbrigodaAlma/

 

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: