Portal da escrita

Início » Resenhas » Deuses Americanos – Neil Gaiman

Deuses Americanos – Neil Gaiman

IMG_1889.JPG

Deuses Americanos é mesmo daqueles livros que deixam sua marca. Gostando ou não dos personagens, que estão longe de ser perfeitos, é impossível passar incólume a esta leitura. É um livro intenso, onde tanto ação, aventura e mistério quanto discursos mítico-filosóficos encontram seu lugar, o que dá um poder impressionante à narrativa de Gaiman.

A trama gira em torno do encontro entre Shadow e Wednesday, o qual, sob circunstâncias muito misteriosas, quer fazer do primeiro seu guarda-costas / faz-tudo e não está muito disposto a aceitar não como resposta. Assim, Shadow se vê em uma jornada pelas estradas dos Estados Unidos durante o qual encontrará mais perguntas que respostas.

Até aí, nada de tão surpreendente assim. Há, porém, um pequeno twist: Wednesday, assim como a maior parte das personagens que Shadow conhecerá em sua jornada, é um deus. Sim, um deus. Um dos deuses americanos. E quem são esses deuses? São deuses da mitologia nórdica, egípcia, entre outras, misturados e repostos no contexto americano de um maneira brilhante por Gaiman.

É muito interessante o modo como o autor faz uso das mitologias mais diversas para construir uma história complexa que busca dar conta, em algum nível, da construção da américa enquanto cultura e de que modo uma cultura dos imigrantes torna-se uma cultura da mídia, da tecnologia e do dinheiro. Deuses Americanos acaba, assim, conseguindo fazer com que seu leitor se divirta (muito!) e, ao mesmo tempo, reflita muito sobre o que faz cada cultura, seja a nossa ou seja a americana, ser o que é e qual é o impacto de esquecermos de nossos deuses e começarmos aos poucos a substitui-los por novos.

Mas é importante saber que o livro tem camadas e, mesmo que muitas delas fiquem mais claras com as informações extras que essa edição maravilhosa traz, existem muitos aspectos que, para pessoas (como eu) mais acostumadas a ver referências apenas à mitologia cristã, podem passar em branco. Por isso, recomendo paciência e curiosidade nesta leitura, pois ela certamente cresce se o leitor puder fazer uma pesquisa para compreender melhor quem são aqueles deuses e qual é a sua origem mitológica.

Ainda está na dúvida se vale a pena? Dá uma olhadinha (mas cuidado que tem um pouquinho de SPOILER) no trailer da série inspirada neste livro com estreia marcada para o dia 30 de abril!

Maíra Protasio

Escritora e mestranda em Filosofia da Arte, vive desde sempre entre livros e cadernos. Vem publicando desde 2014 resenhas de suas leituras em seu blog: doquetenholido.wordpress.com

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: