Portal da escrita

Início » Mensagens » Ser Você

Ser Você

Havia um belo violino que era muito amado pelo seu dono. O violinista alcançava notas perfeitas e encantava a todos em seus musicais, não havia quem não o admirava e tecia elogios de como ele e o violino eram um, e estavam na mesma sintonia. O violinista o tinha em grande estima, pois sabia o quanto o violino era importante para ele, por isso destinava o máximo de cuidado para com o instrumento. Ele o protegia e zelava para que permanecesse em seu melhor estado.
Porém nem todos os componentes do violino estavam em completa harmonia. Uma das cordas estava descontente, achava que não estava recebendo o prestígio que merecia, pois tinha por certo que era através dela que o violinista obtinha as melhores notas.
Sendo assim um dia, ela decidiu seguir sozinha pois assim seria prestigiada como nunca fora e julgava merecer.
Andou e passou a explorar lugares até então desconhecidos, até que em um certo dia ela ouviu o som lindo que produzia a flauta, então decidiu fazer algo inédito. Ir aonde nenhuma outra corda jamais foi. Decidira ser uma flauta. Linda, única e absoluta. Pronta a reproduzir aquele belíssimo som de forma independente e ela se esforçou muito para isso.
Por um tempo ela tentou produzir som e notas como outrora, mas fracassou terrivelmente pois não estava ligada a nenhum instrumento.
Foi aí que decidiu se ligar a uma guitarra, passou a produzir algum som, porém não estava perfeito. Sendo assim, se desligou dela pois achava que a guitarra estava com defeito.
Decidiu então se ligar a uma viola, também por mais que se esforçou, não foi bem sucedida, mais uma vez se desligou do instrumento pois trazia consigo a certeza de que ele estava com problema, e o mesmo ocorreu com todas as tentativas de ser algum instrumento, ou se ligar a um instrumento que não fosse um violino.
Até que um dia triste reconhecera o seu fracasso e entendeu que ela fora criada sim para produzir lindíssimo som, porém para isso acontecer, teria que estar ligada especificamente ao corpo do instrumento para o qual fora forjada.
Sentiu saudades! Decidiu ao menos ver de longe o lugar ao qual pertencia, pois estava envergonhada demais para voltar.
Depois de um tempo mesmo hesitante e lutando contra a vergonha, retornou e aproximou-se do instrumento e fora aí que se surpreendeu, ao ver que o seu lugar ainda estava vago. Suas antigas companheiras lhe avistara e lhe contara o quanto o violinista, o violino, enfim, todos ficaram triste com sua ausência. Por mais que outras cordas tentaram ocupar o seu lugar nunca foram bem sucedidas, hora se arrebentavam, hora não se encaixavam bem.
A corda apesar de muita envergonhada de sua atitude, demonstrou grande vontade de voltar a ocupar o seu lugar e fora bem recebida por todos, inclusive pelo violinista que a recolocou e a deixou em perfeita afinação.
Ao participar do primeiro musical depois da sua volta, ela enfim pode voltar a ouvir aquela perfeita junção de notas, que compunha a bela melodia que somente o violinista conseguia extrair. Foi aí que ela reconheceu que aquelas belas notas, não era o trabalho de um só e sim do trabalho conjunto de todos. Ou seja delas, de todos os componentes perfeitamente encaixados no seu devido lugar, que compunha o violino. E em especial da habilidade musical do violinista.
Depois de meditar em tudo isto, ela admitiu sem problema algum, que na verdade sua participação em tudo isso, era muito menor do que ela antes achava.

REFLEXÃO

Muitas vezes estamos em uma boa fase da vida, onde aparecem os tapinhas nas costas, os inúmeros elogios e o tão sonhado reconhecimento. É justamente nessa fase que somos visitados por vários sentimentos, a alegria, o entusiasmo, o ânimo….  mas também somos visitados pelo o orgulho e quando permitimos este mal entrar, ele nos faz sentir muito mais do que realmente somos.
Daí buscamos holofotes, queremos e exigimos exclusividade. Passamos a desprezar bons conselhos e a agir sozinho.
Procuramos realizar proezas na tentativa de atrair atenção e é aí que muitas vezes nos afastamos de quem realmente somos e acabamos cada vez mais perdidos. Nos desgastando na tentativa de realizar algo do qual não fomos criados para fazer e por mais que tentemos, não nos adaptamos. E nessa situação muitas vezes achamos que o problema está com os outros, mas na verdade está unicamente conosco.
Cada um de nós fomos feitos únicos. Deus além de amoroso é caprichoso e perfeito nos detalhes. Já parou para pensar que em meio a bilhões de pessoas nenhuma delas tem a mesma digital?
Não precisamos tentar ser igual a ninguém, pois somos únicos, porém fazemos parte de uma totalidade. O Senhor conferiu a cada um de nós um talento específico, uma habilidade para que em conjunto possamos promover o bem, ao nosso redor, na nossa sociedade, no nosso tempo.
Todos nós temos um dom e fomos forjados para realizar algo e por mais que tentemos ser ou fazer algo cujo o qual não fomos criados, mesmo que esforcemo-nos, não seremos bem sucedidos, seremos infelizes e ainda sairemos frustrados.
Está na hora de acordar para a vida linda que Deus nos deu para viver. Está na hora de parar de complicar o que não é complicado.
Está na hora de ponderar sobre tudo e fazer boas escolhas. Aceitar a Graça de Deus e entender que não é tão difícil ser feliz e viver em paz, é a gente mesmo que complica tudo.
É como Bill Johnson certa vez disse:

“Quando você entender
plenamente quem Deus te chamou para ser, você não vai querer ser ninguém além de si mesmo.”

 

 

*** Monýh Oliver

https://www.facebook.com/AbrigodaAlma/ C__Data_Users_DefApps_AppData_INTERNETEXPLORER_Temp_Saved Images_17761181_1560469233963424_5422822083397104379_o

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: