Portal da escrita

Início » Fé e Esperança » Terra Fértil

Terra Fértil

protected_heart[1]

Quanta dor o nosso coração é capaz de suportar? Já parou para pensar?
Pois muitas vezes aqueles que mais amamos nos decepcionam, não só uma vez, mas sim várias. E diante de tanta dor e decepção, muitos em um sistema de autodefesa acabam se fechando, construindo em volta do coração uma muralha, que é capaz de impedir novas feridas, novas dores.
Porém atitudes como essa, acaba isolando quem as pratica, afinal, a muralha tanto serve para impedir a entrada como a saída. Quem a consolida, dia após dia acaba isolada em sua própria dor, pois a ferida que esta lá, não foi curada, ela lateja, porque a mágoa e até mesmo o ódio, está presente para mantê-la aberta.
Como agir então diante de tanta frustração, dor e decepção?
Bom, todos os dias temos que lidar com um turbilhão de sentimentos que nos visitam. Algo importante a se entender é que o nosso coração é como uma terra fértil e os sentimentos são como sementes lançadas sobre ela.
O maior livro de todos os tempos atribui uma grande importância ao nosso coração. Em Provérbios 4:23 encontramos a seguinte orientação…
“Sobre tudo que se deve guardar, guarda o seu coração, porque dele procedem as saídas da vida.”
Guardar o nosso coração, não significa que temos que construir uma muralha à sua volta e o trancar a sete chaves e sim ter o extremo cuidado em relação aos sentimentos que permitimos que entre.
É impossível passarmos pela vida sem sermos decepcionados ou magoados por alguém, mas o importante é como reagimos a isso.
Se abrirmos a porta do nosso coração para a tristeza, a mágoa, a raiva e até mesmo o ódio adentrar e passarmos a nutrir tais sentimentos, certamente acabaremos presos a eles. Porém, se fecharmos a porta perante tais visitantes, estaremos nos livrando desse peso desnecessário e de um oceano de dor.
A questão de nos apegarmos a tristeza e a decepção, é que muitas vezes passamos a desacreditar na felicidade e no caráter das pessoas.
A falta de caráter de um, não define o caráter dos demais. Não devemos deixar de acreditar no sol, por causa da tempestade. Não devemos deixar de crer no dia, só por causa da intensidade da noite.
Existem muitas pessoas más sim espalhadas pelo mundo, mas ainda há as boas. E enquanto existir o amor e a bondade neste mundo o mal não vencerá.
Para se vencer diante de tais adversidades, é vital manter a fé e a esperança.
Talvez você que está lendo, seja uma pessoa que está exatamente passando por isso, está presa em meio a dor arraigada de um coração ferido e tem estado sozinha neste vale. Saiba que jamais devemos nos privar de ser feliz. Podemos ser felizes, tanto quanto nos propusermos.
Você pode até estar sozinho nesse vale, mas não precisa estar, o Criador está disposto a lhe acompanhar e auxiliá-lo a vencer essa situação. Não há dor tão intensa que Deus não possa curar.
E em relação a quanta dor um coração é capaz de suportar? Bom, muito mais do que se imagina. Pois Deus nos fez mais forte do que imaginamos.
Portanto, não desista de ser feliz! Não desista do amor. Não se feche para a vida. Jamais desista de viver. Seja terra fértil para os bons sentimentos.

 

Monýh Oliver

https://www.facebook.com/AbrigodaAlma/

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: